Reitoria lamenta impasse nas negociações para fim da greve dos TAEs

22/05/2014 11:51

A Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) vem a público informar que lamenta os últimos acontecimentos decorrentes do<strong> </strong>impasse das negociações para o fim da greve nacional da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (FASUBRA), deflagrada no dia 17 de março. Na manhã desta quinta-feira (22), técnico-administrativos em Educação (TAEs) em greve bloquearam os acessos ao <em>campus</em> de Florianópolis, impossibilitando a passagem de veículos. De acordo com informações divulgadas no <em>site</em> do Sindicato dos Trabalhadores da UFSC (SINTUFSC), há uma orientação nacional para atos locais nas universidades federais. A Administração Central já reiterou publicamente a proposta de redução progressiva da jornada de trabalho nos setores em que a legislação possibilita – naqueles onde há trabalho noturno – para um turno único após as 21h, conforme leis e decretos federais. Estes setores seriam, a princípio, o Hospital Universitário, o Departamento de Segurança e a Biblioteca Universitária. A Gestão da UFSC permanece aberta ao diálogo em nível local e trabalha na intermediação, junto ao Governo Federal, para o fim da greve. Na última quarta-feira (21), a reitora Roselane Neckel esteve em Brasília com o intuito de contribuir para as negociações, tendo em vista que as reivindicações demandam decisões externas, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).<a href=”http://blogdagestao.ufsc.br/files/2014/04/oficio_circular_11_2014_GR.pdf”> Um ofício com as respostas da Reitoria à pauta interna</a> foi entregue aos TAEs em greve durante reunião com o Comando-Local de Greve no dia 11 de abril.

Confira o pronunciamento da reitora Roselane Neckel durante ato dos TAEs em greve realizado no dia 15 de maio, no hall da Reitoria: