Conselho Universitário se posiciona em defesa dos princípios republicanos

12/04/2016 18:47

Em reunião extraordinária na tarde desta terça-feira, 12 de abril, o Conselho Universitário (CUn) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aprovou nota de apoio e defesa à democracia. Segue o texto:

“O Conselho Universitário (CUn) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), reunido no dia 12 de abril de 2016, manifesta preocupação com o agravamento da crise política e econômica no país e suas ameaças à ordem constitucional e aos direitos civis, políticos e sociais do povo brasileiro.

De igual maneira, reprova o uso de interpretações políticas parciais em substituição aos preceitos constitucionais que, necessariamente, devem fundamentar qualquer processo, sem ignorar os princípios característicos de Estado Democrático de Direito.

A comunidade universitária, pautada pelo rigor científico, a criatividade acadêmica, a liberdade de pensamento e a pluralidade de ideias, está comprometida com o fortalecimento das instituições públicas, em defesa da democracia, da justiça social e da paz.

Os cortes contínuos e significativos no orçamento destinado à Educação e às Universidades – com consequentes prejuízos à qualidade de ensino, pesquisa e extensão, e que acarretam graves problemas de custeio, pessoal e infraestrutura – não devem permanecer.

Expressamos, ainda, nossa expectativa por rigorosa apuração de todas as denúncias de corrupção e defendemos, intransigentemente, os princípios republicanos presentes na Constituição Federal.”

Conheça Juliana Kumbartzki Ferreira, a nova secretária adjunta da SINTER

07/03/2016 15:45

PerfilUFSCpeqDe olhar confiante, Juliana responde à pergunta sobre suas expectativas com a nova função: “Me sinto desafiada e estimulada.” Na manhã do dia 1º de março, a técnica em assuntos educacionais tomou posse como secretária adjunta da Secretaria de Relações Internacionais (SINTER) da UFSC. A partir de então, passará a representar a Universidade em eventos no País e no exterior.

© Pipo Quint / Agecom / UFSC

Juliana Kumbartzki Ferreira e a reitora Roselane Neckel durante a posse de Juliana como nova secretária adjunta da SINTER. (Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC)

Nativa e residente de Florianópolis, a relação de Juliana com a Universidade já é de longa data. Iniciou sua carreira na UFSC graduando-se no curso de Letras-Inglês e estendendo sua formação acadêmica com mestrado em Linguística Aplicada no mesmo idioma. Após atuar como professora e diretora na iniciativa privada por quatorze anos, ingressou na Universidade em 2006, inicialmente alocada ao setor de Pediatria do Hospital Universitário (HU). “Foi ao acaso, sem entrevistas. Ninguém viu minha especialização na área (internacional),” ri Juliana. Logo, pediu transferência para SINTER, pedido atendido um ano e meio depois.

Uma vez realocada, passou a ocupar a função de coordenadora institucional, conciliando administração com educação. “É uma área maravilhosa, uma nova paixão, e que pretendo me especializar no doutorado,” conta. Na SINTER, passou a coordenar as atividades do Ciência Sem Fronteiras, PEC-G, Pró Haiti e dos novos programas Erasmus dentro da Universidade. Dessa forma, Juliana uniu sua paixão ao idioma inglês com a tarefa de ampliar os horizontes dos alunos. Estas tarefas a prepararam para, em março, ocupar seu cargo atual de gestão.

Representar o programa de intercâmbio nos mais diversos lugares ensinou a Juliana o que era uma universidade internacionalizada – e o quanto isso fazia a diferença para o ambiente acadêmico. Em experiências anteriores, Juliana também diz ter visto inúmeros alunos de programas estrangeiros voltarem ao Brasil para ocupar cargos de sucesso, fazendo a diferença em seus países.

Quando questionada sobre a maior lição que aprendeu dentro de sua experiência na SINTER, Juliana responde rápido: “Receber bem outras culturas. Isso amplia os horizontes dos alunos, fortalece as relações e leva os projetos ainda mais além”.

 

Gabriel Daros Lourenço
Estagiário/Diretoria-Geral de Comunicação/UFSC
imprensa.gr@ufsc.br

Consulta pública sobre normas que regulamentam ações de Extensão na UFSC

21/01/2016 08:50

A minuta da resolução normativa que dispõe sobre as normas que regulamentam as ações de Extensão na UFSC está disponível para consulta pública. A Pró-Reitoria de Extensão da UFSC (Proex), com a colaboração dos membros da Câmara de Extensão, representando os centros de ensino, campi e comunidade discente, apresentou o documento à comunidade.

A consulta pública fica aberta até 31 de janeiro, disponibilizada pela Sala dos Conselhos, aguardando as sugestões que serão compiladas para discussão na Câmara de Extensão e posterior encaminhamento para apreciação pelo Conselho Universitário (CUn).

Sugestões devem ser encaminhadas para o e-mail 

Departamento de Licitações promove concorrência pública para a ocupação de espaços na UFSC

20/01/2016 13:30

O Departamento de Licitações (DPL/PROAD) da UFSC, por meio de sua Comissão Especial de Licitações (CEL), irá realizar uma série de certames sob a modalidade de Concorrência Pública, cuja regulamentação segue as diretrizes da Lei Geral de Licitações. As disputas licitatórias são realizadas presencialmente e contam com a transmissão ao vivo por meio do portal do DPL.

Os editais com as regras para a disputa destas concorrências poderão ser obtidas gratuitamente no sítio do Departamento de Licitações. Havendo dúvidas, o interessado deverá entrar em contato pelo e-mail As sessões públicas são realizadas no Térreo do Prédio 2 da Reitoria da UFSC, na avenida Desembargador Vitor Lima, 222, Trindade, sempre às 9h30, na sala de Licitações Presenciais do DPL.

A entrega dos envelopes deverá ocorrer sempre anteriormente a este horário, de acordo com o previsto em cada Edital e diretamente no Departamento de Licitações, que fica na sala 501 do mesmo prédio. O instituto da concessão de uso de espaço pertencente a Administração Pública, consiste na transferência do uso de bens públicos ao ente privado. Esta prática é regulada pelas normas e diretrizes contidas na Lei n.º 8.666/93. A execução será consolidada por meio de contrato administrativo pelo qual, a UFSC irá outorgar a terceiros a utilização privativa de um bem de seu domínio, para que explore segundo os termos e condições estabelecidas, a qual será onerosa em favor da UFSC e por prazo certo.
(mais…)

Justiça Federal julga improcedente ação sobre consulta informal

19/01/2016 13:10

A Justiça Federal julgou improcedente pedido da Apufsc – Sindical (Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina) de declarar a nulidade de decisão do Conselho Universitário (CUn). Os conselheiros aprovaram, na reunião de 17 de março de 2015, o voto paritário para a consulta à comunidade sobre a escolha de reitores.

Segundo o juiz federal Diógenes Tarcísio Marcelino Teixeira, “o próprio sindicato autor reconhece que não existe legislação em vigor que regule a realização de consultas informais pela comunidade universitária, composta de alunos, professores e servidores. Tampouco há norma que confira às entidades associativas vinculadas à universidade o direito subjetivo para realização das referidas consultas informais”.

Ainda, de acordo com o magistrado, “tratando-se de procedimento com caráter meramente informativo, facultativo e não vinculante, sem qualquer regramento previsto em lei, não há como constatar a ocorrência de qualquer ilegalidade na conduta” da UFSC. Ele destaca, também, que não há “lei que limite a atuação do Conselho Universitário nesses procedimentos de consulta livre à comunidade universitária”.

A sessão especial do CUn para a definição da lista tríplice a ser enviada ao MEC com o objetivo de que seja escolhido o próximo reitor não foi realizada por falta de quórum qualificado, necessário para esse tipo de reunião, no dia 18 de dezembro. Nova sessão com a pauta deve ser marcada em fevereiro; a Universidade tem até março para enviar a lista ao MEC. Tradicionalmente, desde 1983, os nomes escolhidos pelo MEC são os dos vencedores da consulta informal à comunidade universitária.

Nota de Repúdio

25/11/2015 12:49

“A violência é o medo aos ideais dos demais.” (Mahatma Gandhi)

Nota de Repúdio

Repudiamos as manifestações de violência que interromperam a votação dos pareceres relativos ao HU e à EBSERH na reunião do Conselho Universitário (CUn) realizada no dia 24 de novembro. Como educadores, não devemos aceitar que a violência seja a solução para nenhum tipo de problema e se sobreponha ao diálogo como forma de resolver divergências.

É inadmissível que dentro da Universidade, onde problematizamos as sociedades e a violência no exercício do poder, pessoas que, a pretexto de defenderem suas ideias, recorram a atos extremos para convencer seus interlocutores.

O CUn é soberano em seu exercício, e essa soberania foi agredida de modo violento. Tomaremos todas as medidas cabíveis para garantir que esse Conselho, como órgão máximo deliberativo da instituição, possa exercer as suas funções regimentais.

Roselane Neckel – presidenta do CUn.

UFSC e Sapiens Parque assinam acordo para implantação de parque científico-tecnológico

13/08/2015 07:08

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Sapiens Parque S/A assinaram, na manhã da quinta-feira, 13 de agosto, termo de cooperação para a implantação do Parque Científico-Tecnológico da UFSC.  O acordo começou a ser discutido no segundo semestre de 2012 e foi elaborado por uma comissão bilateral. A cerimônia foi realizada na sede do Inpetro, no Sapiens Parque, em Canasvieiras.

O acordo mantém uma área de 250 mil metros quadrados de potencial construtivo para a UFSC e inclui um plano de ação que prevê a ocupação de 30% do espaço pela Universidade até 2021. Segundo a reitora Roselane Neckel, a assinatura é um marco da pesquisa e a inovação, inclusive no desenvolvimento das chamadas tecnologias sociais.“Poderemos nos aproximar das demandas e necessidades das empresas, ao mesmo tempo em que teremos a oportunidade de utilizar esse espaço para inovação. Neste momento, a Sapiens entra no planejamento da UFSC como um espaço para investimentos”, afirmou.

Reitora Roselane Neckel assina acordo para implantação de parque científico-tecnológico - Foto Jair Quint/Agecom/DGC/UFSC

Reitora Roselane Neckel assina acordo para implantação de parque científico-tecnológico. Foto Jair Quint/Agecom/DGC/UFSC

O documento formaliza o papel da Universidade como interveniente direta, juntamente com o Sapiens Parque. A gestão científica dos laboratórios será exclusiva da UFSC, e as instalações de novos ambientes de pesquisa serão feitas de forma coordenada. O próximo passo será definir as regras pelas quais os empreendimentos poderão atuar no local, afirma o pró-reitor de Pesquisa, Jamil Assreuy Filho. “O maior ganho desse acordo é que a UFSC vai ter o seu parque. Com isso, estamos prontos para ter a nossa incubadora tecnológica e a Agência de Inovação da UFSC. Abre-se uma oportunidade muito preciosa para os alunos de graduação e pós-graduação.” A vice-reitora Lúcia Helena Martins Pacheco avalia que “a incubação de novas empresas vai contribuir para a economia local e estadual e, em alguns aspectos, garantir soberania tecnológica para o país”.

O Sapiens Parque S/A, maior polo de inovação do estado, localizado em Canasvieiras, Florianópolis, é controlado pelo governo de Santa Catarina. Para seu diretor-executivo, José Eduardo Fiates, trata-se de um momento histórico para o empreendimento. “A tendência, agora, é ampliar o número de projetos de centros de pesquisa e institutos de tecnologia nesse conceito do Parque Científico e Tecnológico da UFSC dentro do Sapiens Parque”, explicou.

“O evento de hoje é o coroamento de dois esforços: do Sapiens e da Universidade. Quem ganha é a cidade de Florianópolis, o estado de Santa Catarina e toda a comunidade acadêmica, porque o acordo materializado é uma janela imensa para a inovação, a tecnologia e o desenvolvimento sustentável”, afirmou o diretor-presidente Saulo Vieira.

O  secretário adjunto de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Santa Catarina, Marco Aurélio Andrade Dutra, representou o governador Raimundo Colombo na cerimônia. Em seu discurso, saudou a iniciativa e reafirmou a importância do incentivo à pesquisa científica no estado de Santa Catarina.

Para o prefeito César Souza Junior, “a vinda da UFSC é emblemática, porque é a junção de duas grandes forças da cidade, que é o seu ensino universitário, a maior e mais qualificada universidade do estado, que é a UFSC, vindo e apostando no Sapiens Parque. Essa presença da UFSC  fortalece ainda mais esse processo de termos Florianópolis cada vez mais uma cidade digital e focada na economia criativa”.

Também estiveram presentes o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação do Sapiens Parque e ex-reitor da UFSC, Diomário Queiroz;  o secretário de Ciência e Tecnologia de Florianópolis, José Henrique Domingues; e o  diretor de Projetos da Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) da UFSC, Elias Machado  O evento contou ainda com a presença de diretores de centros, pró-reitores, secretários, técnicos e docentes da UFSC, e autoridades da Fundação Certi.

Parceria antiga

A UFSC participa do projeto Sapiens desde o seu início, em 2001, pela atuação de pesquisadores e pela participação no Conselho de Administração e nos Conselhos Consultivos do Sapiens Parque S/A. Nos projetos de pesquisa e inovação, a atuação da Universidade no Sapiens começou em junho de 2008, quando se iniciaram as negociações para a implantação do Instituto de Petróleo, Energia e Gás (Inpetro). O prédio, construído com recursos da Petrobrás, está em fase final de construção. Outros dois empreendimentos com a participação da Universidade estão implantados no local: o Laboratório de Energia Fotovoltáica, com recursos do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI); e o Centro de Análises de Fármacos, com recursos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), e dos ministérios da Saúde e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O acordo assinado nesta quinta-feira foiaprovado pelo Conselho Universitário (CUn) em dezembro de 2014 e pelo Conselho de Curadores da UFSC em fevereiro de 2015.

Bruna Bertoldi Gonçalves/Jornalista/ DGC/UFSC

SeCult lança edital do Espaço Vivo 2016

24/07/2015 20:09

A Secretaria de Cultura (SeCult) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) abriu inscrições de projetos para o Espaço Vivo 2016, para ocupação dos espaços no Centro de Cultura e Eventos, Auditório da Reitoria e Templo Ecumênico. As datas disponíveis, entre 1º de fevereiro e 23 de dezembro de 2016, estão no edital.

As inscrições poderão ser feitas de 13 de julho a 21 de agosto de 2015, e só serão avaliadas as propostas apresentadas por meio do Sistema de Reserva de Espaço Público da SeCult.

Apenas projetos que envolvam eventos institucionais, coordenados por docentes, discentes ou técnico-administrativos da UFSC, vinculados às unidades acadêmicas da Universidade, são elegíveis para inscrição.

O calendário com as datas disponíveis para reserva dos espaços pode ser verificado no formulário online de inscrição.

 

Cronograma
Lançamento do edital: 13 de julho de 2015.
Inscrições: até 21 de agosto de 2015.
Divulgação do resultado: 8 de setembro de 2015
Execução dos projetos selecionados: 2 de fevereiro a 23 de dezembro de 2016.